Skip to content

Como criar “segurança interna” para perder o medo de empreender?

by em Janeiro 23, 2012
Workshop realizado no Wall Street Institute

Workshop realizado no Wall Street Institute

Agora em janeiro eu e a Raquel nos lançamos em uma experimentação nova: solicitar para que o próprio grupo de participantes dos workshops do Empreenda, escolham os próximos dois temas de artigos a serem publicados aqui no blog: no workshop que realizamos na semana passada, os participantes nos provocaram a escrever sobre: “Prova de Conceito” e “Como criar segurança interna para empreender“.

Relembrando as motivações que levaram cada um deles a enfrentar o difícil trânsito de final de tarde de verão chuvosa em São Paulo, para juntar-se ao grupo,  facilmente é criada uma lista de diferentes variações do “medo de empreender” entre os presentes:

  • Alguns deles se questionando qual é o tempo apropriado para mergulhar no seu projeto de empreender, se a médio ou longo prazo em função do medo envolvido na eterna equação “segurança x risco”;
  • Uma das participantes comentou que não tem nenhum histórico familiar em empreendedorismo, e portanto tem medo de se lançar neste desconhecido, mas sente-se impelida a pensar no assunto uma vez que muitos amigos da sua geração estão empreendendo;
  • Outra participante, uma experiente executiva que desenvolveu sua carreira em multinacionais, comentou que sempre teve vontade de empreender, mas nunca teve coragem;
  • Enquanto outros participantes que já são empreendedores, estão dialogando com o medo de assumir o compromisso de um financiamento para investir na expansão dos seus negócios;
  • Finalmente um deles compartilhou que, com o tempo, apenas mudou o tipo de medo que enfrenta: se antes tinha medo de ser despedido do seu emprego, agora tem medo dos próximos passos da sua trajetória como empreendedor, mas que fundamentalmente ambos estão relacionados ao medo de perder dinheiro.

Diversos outros medos se apresentaram, mas de uma forma ou de outra, todos remetem a questão da ausência de um grau “suficientemente bom”  de segurança interna para investir emocionalmente no processo de empreender.

Sim!  Porque além do investimento intelectual, financeiro e de tempo, há que se fazer também um investimento emocional no processo de empreender!

Para tratar desta questão da criação de segurança interna, reaproveito parcialmente o material de um outro artigo que eu escrevi poucos meses atrás, em que também usei como referencial o conceito da teoria do amadurecimento proposta pelo psicanalista inglês Donald Winnicott: o amadurecimento é um processo emocional contínuo, desde o nascer até o morrer, que percorre um caminho desde a total dependência até a autonomia.

Segundo Winnicott, para começar a sair da total dependência, é necessário criar um espaço potencial, que é um espaço entre o próprio indivíduo e a pessoa (ou situação!!) da qual ele é totalmente dependente. Originalmente a total dependência remete ao estado fusional “mãe+bebê”, mas com o crescimento cronológico do indivíduo, esta dependência pode ser transferencialmente repetida sempre que o indivíduo estiver em algum estado de total dependência de outra pessoa ou situação, mesmo que inconscientemente.

Pois bem, este espaço potencial entre o indivíduo e a pessoa/situação da qual ele é dependente, é uma espécie de “área de manobras” onde experimentações de transição podem ser realizadas, sempre em direção à autonomia. A medida que o indivíduo vai adquirindo confiança neste processo, vai amadurecendo.  E, a medida que amadurece, fortale aspectos internos (entre os quais a própria “segurança interna“) tão necessários para afastar-se da dependência que o prende em uma “desconfortável zona de conforto”.

Um exemplo simples que vem a mente para ilustrar isto, é o processo de criação de equilíbrio para andar de bicicleta.  Provavelmente a maioria dos leitores iniciou suas primeiras pedaladas em um confortável e seguro triciclo. Com o passar do tempo, uma bicicleta com “rodinhas auxiliares”  foi adotada. E, para tirar a dependência das rodinhas auxiliares, algum adulto provavelmente segurou o banco para avalizar e acompanhar o processo de construção de equilíbrio para conduzir a bicicleta de forma autônoma. Certamente este processo foi realizado com alguns tombos e eventualmente joelhos machucados…

O processo de criar a “segurança interna” para empreender é exatamente o mesmo que este… Apenas em uma dimensão, complexidade e escala diferentes.

Apesar de ter resumido drasticamente uma complexa teoria psicanalítica em apenas 3 parágrafos, convido tanto os participantes do workshop realizado na semana passada, como também eventuais leitores, a repensar sobre os seus “medos de empreender”, usando as seguintes questões:

  • Do que você é realmente dependente?
  • Que tipos de dependências que os seus “medos de empreender” estão denunciando a você mesmo?
  • Você realmente deseja autonomia em relação a tais dependências?
  • Que tipo de experimentações de transição você efetivamente está disposto a realizar em relação a construção da autonomia de tais dependências?

Recomendo uma pausa estratégica na leitura deste artigo: saia da trivial resposta “dependência financeira”,  e permita-se mergulhar em camadas mais profundas de questionamento sobre que tipos de dependências que você está atualmente submetido; somente então releia e repense sobre as quatro questões acima.

Independente das respostas e inquietações que estas perguntas trazem a você, tenha em mente que para construir um grau suficientemente bom de segurança interna para atravessar os seus medos de empreender, é necessário encarar isto como um processo de transformação interna, que deve ser realizado de forma gradual e metódica: revisitando e efetivamente trabalhando as questões de dependência e co-dependência que emergirem.

Por que não acrescentar este processo como uma das seções do seu Business Plan?

Cuide-se!

Débora Andrade

Psicanalista

From → Insights

3 comentários
  1. acho fantástico essas vossas reuniões, é pena eu estar tão longe na europa e não poder participar.

Trackbacks & Pingbacks

  1. (Auto) Barreiras de Entrada « Projeto Empreenda
  2. Projeto Empreenda visita Cine Materna « Projeto Empreenda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: